Remédios para impotência sexual masculina

A impotência sexual masculina é mais comum do que as pessoas imaginam, atingindo inúmeros homens. Ela tem diversas causas, mas normalmente,  costuma surgir a partir dos 50 anos e preocupa bastante os homens nessa idade, que acabam procurando orientação médica ou remédios para tratar o problema. Além da idade, muitas pessoas sofrem também por causa de doenças que acarretam a disfunção erétil, como a depressão. Conheça abaixo alguns dos principais remédios para disfunção erétil e saiba como tratar.

Principal remédio para impotência sexual: Viagra

Também chamado de Sildenafil, o Viagra é um dos remédios mais conhecidos para tratar a impotência sexual. Ele pode ser encontrado em praticamente qualquer farmácia e costuma ter o valor acessível a quase todo mundo.

O medicamento começa a agir após uma hora desde que foi ingerido, sendo que a ereção dura cerca de 4 horas. Nesse caso, mesmo com o remédio, ainda é necessário estímulo e excitação para que a pílula funcione.

Levitra para disfunção erétil

O medicamento Levitra é muito parecido com o Viagra, citado acima, e também é utilizado para tratar a impotência sexual. Porém, nesse caso, são administradas doses menores da medicação.

Remédios para impotência sexual masculina: Cialis

O Cialis também tem o objetivo de gerar a ereção no homem, porém seu efeito é mais duradouro. Enquanto o Viagra e o Levitra duram cerca de 4 horas, o Cialis pode fazer a ereção durar até 36 horas e ainda funcionam mais rapidamente do que os medicamentos anteriores.

Tratar impotência sexual com o Vicenza

O remédio Vicenza também deve ser tomado cerca de uma hora antes da relação sexual, porém, não existe uma dosagem padrão para todos os homens. Normalmente, é preciso ajustar a quantidade de medicação de acordo com os efeitos e as reações que causa em cada pessoa. O importante é procurar um profissional que possa indicar a melhor dosagem para o seu organismo.

Remédios injetáveis para impotência sexual

Além das pílulas que são mais comuns, existem também alguns remédios que podem ser injetados diretamente no pênis com uma seringa. Esse tipo de remédio auxilia na circulação sanguínea, fazendo com que a ereção seja estimulada. Alguns exemplos desses remédios são: Papaverjne, Alprostadil e Fentolamina.

Efeitos colaterais de remédios para impotência sexual

Apesar de muitas vezes necessários, os remédios para impotência sexual podem causar efeitos colaterais e reações desagradáveis. Dentre esses efeitos você pode sentir: náuseas, dores abdominais, cãibras, dores de cabeça, problemas digestivos e diarreia.

Já os medicamentos intravenosos, injetados diretamente no pênis, podem causas problemas um pouco mais dolorosos como cicatrização do tecido, as próprias dores ou ereções prolongadas demais.

Por isso, é sempre muito importante procurar um médico para tratar o seu caso especificamente, assim, você evita problemas maiores e tem certeza de que sua necessidade será solucionada.

Se você está passando por um problema de disfunção erétil, procure um profissional especializado e converse com ele para que possa indicar a melhor solução para o seu caso. Evite comprar qualquer remédio em farmácias que podem causar efeitos colaterais mais sérios.